Como anda o comportamento do seu cãozinho?

O cachorro é considerado o melhor amigo do homem. Através dos tempos, o cachorro tem sido o companheiro do homem. Mais do que companheiros, cachorros se prestam a várias funções: cães policiais, guias de cegos, cães pastores e os famosos cães de guarda em nossas casas.

Mas seja qual for a função principal na qual a raça do seu cão era aplicada é preciso saber que todo cão tem características naturais de dominância e territorialismo, que podem ser identificadas pelos donos.

Os sinais são vários, que vão do rosnar ao demarcar o território com urina. Mas, podem existir animais que são extremamente territorialistas e não emitem som nenhum, como a raça Chow Chow ou Collie. Eles tendem a se posicionar, encarar e demonstram a presença deles assim, de forma que o invasor percebe que não pode.

Dessa forma dessensibilizar o animal é de fundamental importância para evitar acidentes.

Imagine por exemplo se seu cãozinho começa a rosnar toda vez que você chega perto dele enquanto ele está comendo ou com algo na boca. Então é preciso que algo seja feito, pois hoje pode ser o brinquedo, mas amanhã pode ser um caco de vidro, de maneira que você precise se aproximar do animal mas para tirar dele que o objeto cortante, mas ele (por instinto de dominância) não vai deixar.

Vale lembrar que mesmo que o cachorro passe por treinamento, ele não precisa suprimir completamente a posição de dominância e territorialidade – características importantes em alguns casos. Os cães voltados para a guarda, por exemplo, requerem esse comportamento e cabe ao tutor fazer com que o cachorro entenda quem é bem-vindo e quem não é.

Por exemplo, se chegar alguém conhecido da família, como o proprietário estará junto, o cão vai entender que não é para atacar. Por isso, quando as pessoas mandam o cachorro para o adestramento e o tutor não participa do processo, ele não tem o controle sobre o cão. Assim, toda a vez que chega uma visita, tem que prender o animal.

Então para você que quer participar do processo de adestramento do seu animal de estimação, aqui vão algumas dicas importantes:

Dica 1:
Filhotes são como  crianças, eles precisam de alguém que esteja no comando de suas atividades e se perceberem que não há um líder, poderão assumir o posto de “rei” e a tarefa de educá-lo se tornará muito mais difícil.

Dica 2:
O uso do sistema de reforço positivo é o que funciona melhor para ensinar seu cachorro a ir ao banheiro no lugar certo. Para usar este método, dê ao seu cachorro uma guloseima, quando ele fizer no lugar certo. Se o comportamento correto for seguido de um reforço, será mais fácil ao cachorro aprender a repetir este comportamento.

Dica 3:
Lembre-se que seu o cão não entende o que você está dizendo, mas como está dizendo. Palavras de ordem em tons agradáveis devem ser usadas para os acertos e em tons rígidos para os erros.

Dica 4:
Para ensinar ao seu cão a não cavar buracos no quintal de casa primeiro, você deve entender que cachorros são animais sociais e que quando eles estão sozinhos ou se sentem solitários costumam cavar para passar o tempo.
Mas a solidão não é o único motivo pelo qual eles cavam, pois em alguns casos eles apresentam deficiência de algum nutriente em sua alimentação. E para compensar esta falta, muitas vezes cachorros comem a terra que escavam.
Então, para fazer com que seu cãozinho pare de cavar buracos você deve passar mais tempo com ele, garantir que ele tenha uma dieta balanceada, e por fim reprimir ele o chamando em voz alta sempre que ele começar a cavar.

Dica 5:
Jamais agrida o animal. Ao contrário do que muita gente pensa, raramente é necessário o contato físico para fazer com que um cachorro obedeça ao dono. Na maioria das vezes o simples ato de bater um jornal enrolado no chão ou chacoalhar uma latinha cheia de moedas já ajuda o animal a perceber que está fazendo algo errado.

Dica 6:
Quando chega na casa do dono pela primeira vez, o cãozinho está apavorado. Foi separado recentemente de seus pais, tomou banho, provavelmente andou de carro pela primeira vez… Nesse estágio, coloque-o em um ambiente pequeno, quieto e acolhedor – equipado com caminha, comida e brinquedos. Fique um tempo com ele, acariciando-o e falando baixinho. Só o deixe sozinho após cair no sono. Repita o ciclo até o cão se sentir mais seguro.

Dica 7:
Toda vez que quiser educar seu cachorro para algum comportamento lembre-se que a repetição é fundamental é parte fundamental no aprendizado dele. Portanto repetição e consistência são chaves que ajudarão seu cachorro a entender o comando. Para verificar se o seu cachorro aprendeu um comando após uma série de repetições, teste sem o reforço (ou guloseima). Faça isso três vezes consecutivas para se assegurar que ele realmente absorveu o comando.

Dica 8:
É sempre melhor adestrar seu cachorro quando ele ainda é um filhote. Adestramento de cães filhotes sempre vai ser mais fácil e rápido do que adultos. Isso não significa que cachorros adultos não podem aprender novos truques ou comportamentos. Mas quanto antes você começar, melhor.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *