As melhores dietas para o ano de 2017

As melhores dietas para o ano de 2017

Você sabe qual a melhor dieta para alcançar o corpo ideal em 2017?  Então hoje nós vamos te mostrar 3 dietas que estão em alta para 2017.

O site americano U.S. News já é famoso por eleger todos os anos as melhores dietas do mundo.
E nesse ano como não poderia ser diferente a lista contendo o que há de melhor no mundo das dietas foi publicada. E nós do Blog Tá Agendado listamos as melhores delas para você.

 

1 – Dieta DASH

A Dieta DASH, que significa Dietary Approaches to Stop Hypertension surgiu através de um estudo realizado por universidades dos Estados Unidos, que avaliou o efeito da dieta sobre a pressão arterial. Inicialmente, essa dieta tinha o objetivo de reduzir a pressão arterial de pacientes hipertensos, porém, recentemente, surgiu uma variação com redução calórica, que auxilia na perda de peso, além de melhorar o perfil metabólico de pacientes com síndrome metabólica.

Assim essa dieta não limita apenas a ingestão de sódio, mas também de gordura saturada e colesterol, que contribuem para ocorrência de doenças cardiovasculares. Carnes vermelhas, alimentos industrializados, embutidos, doces, bebidas açucaradas e álcool devem ser evitados.

A Dieta DASH é uma dieta que incentiva o consumo de frutas, verduras, legumes, grãos integrais, peixes, aves, leite e derivados com baixo teor de gordura, e alimentos fontes de gordura monoinsaturada.

De acordo com essa dieta, a gordura total deve representar 27% da alimentação, sendo até 6% de gordura saturada e até 150 miligramas de colesterol. Os carboidratos são responsáveis por 55% das calorias da alimentação e as proteínas por 18%. Além disso, o consumo de fibras deve ser de 30 gramas por dia.

 

2 – Dieta do Mediterrâneo

Dieta do Mediterrâneo é baseada na cultura alimentar dos países que formam a região do mediterrâneo como por exemplo Itália, Espanha, Grécia, Egito, Líbia, Marrocos, Turquia e Líbano, ou seja: os países banhados pelo mar Mediterrâneo. Embora esses países sejam diferentes em relação à cultura, religião e política, compartilham muitas semelhanças, como o clima, temperatura e solo que influenciam na agricultura e, consequentemente, nos costumes alimentares da população dessa região.

O cardápio mediterrâneo se caracteriza pela riqueza do consumo de frutas, hortaliças (verduras e legumes), cereais, leguminosas (grão-de-bico, lentilha), oleaginosas (amêndoas, azeitonas, nozes), peixes, leite e derivados (iogurte, queijos), vinho, azeite de oliva e uma enorme variedade de ervas de cheiro, que dão cor e sabor especiais a esta culinária. Além disso, é caracterizado por um baixo consumo de carnes vermelhas, gorduras de origem animal, produtos industrializados e doces, alimentos ricos em gordura e açúcar.

 

3 – Dieta Flexitariana

A Dieta Flexitariana tem seu nome é derivado da palavra flexibilidade e vegetariana, sendo assim a prioridade é legumes e verduras sem ter a necessidade de excluir por completo o consumo das carnes. Sendo que é preciso incluir cinco grupos de alimentos a sua rotina alimentar, alguns dos que estarão inclusos no primeiro é lentilhas, feijão, tofu, ovos e outros mais. Já no segundo frutas e vegetais, o terceiro os grãos, o quarto laticínio e por último pimenta e açúcar, todos estes auxiliam na reeducação alimentar que se fará de agora em diante. Procure dosar a quantidade de calorias para cada refeição, como 400 pela manhã, 500 no almoço e todas de uma forma que no fim do dia totalize 1.500. Não há problema caso o número aumente desde que não exagere diariamente. Sempre tenha em mente que só irá emagrecer tendo o equilíbrio necessário diante de cada alimentação que é feita durante o dia.

 

E então? Já escolheu a sua dieta preferida para 2017?
Caso a resposta seja sim você pode conferir os nossos posts onde damos a receita completa para quem quer seguir as dietas DASH, do Mediterrâneo  e Fexitariana.

Vale lembrar que os rankings apresentados pela U.S. News são feitos com base em diferentes avaliações e pontuações dadas por especialistas da saúde, como médicos e nutricionistas. As notas variam de 0 a 5 e ao todo 38 dietas contemplam o levantamento.

E também é preciso lembrar que sempre antes de começar qualquer dieta você deve usar a nossa ferramenta de agendamentos e consultar seu nutricionista, pois só ele poderá indicar qual dieta mais se adequa ao seu corpo e ao seu estilo de vida.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *