Você sabe quantas calorias tem uma barrinha de cereal?

Você sabe quantas calorias tem uma barrinha de cereal?

Você já parou para pensar que uma barrinha de cereal pode ser muito mais um doce do que um alimento nutritivo?

Não há como negar que as barrinhas de cereais já fazem parte da dieta do brasileiro. Fáceis de serem transportadas, vendidas de farmácias a supermercados, com extenso prazo de validade e fácil armazenamento elas são um dos alimentos que melhor se adaptam à correria do estilo de vida moderno.

No entanto é preciso ter alguns cuidados, pois as barrinhas de cera nem sempre é opção mais saudável de lanche.  Assim como qualquer fonte de energia elas precisam ser consumidas com moderação e jamais podem ser usadas como substitutas para as refeições.

Apesar de muito gostosas elas não tem qualidades de nutrientes suficientes para serem colocadas no lugar do café da manhã, do almoço e da janta. E seu consumo deve ser acompanhada por um cardápio diversificado e balanceado.

Outro problema é que por ser rico em açúcar e gorduras esse tipo de alimento pode comprometer a saúde dos consumidores, que muitas vezes são induzidos por propagandas enganosas que prometem a perda de peso através apenas de barrinhas salgadas e doces.

Muitas vezes em propagandas de televisão ou nos próprios rótulos das embalagens o produto é associado à saúde e ao mercado fitness. Porem muitas vezes ao observar detalhadamente a composição dos produtos percebemos que tratam-se muito mais de doces do que de suplementos alimentares.

Algumas barrinhas chegam a ter a metade das calorias encontradas em um copo de refrigerante por exemplo, se tornando verdadeiras bombas calóricas. Por isso é preciso saber escolher bem qual barra de cereais vamos consumir para não ganhar peso.

Dessa forma precisamos ter uma atenção especial quanto a descrição nutricional presente na embalagem para nos certificarmos se o alimento contém ou não nutrientes previstos em nossa alimentação. Vale lembrar ainda que Uma boa barra de cereais não deve conter mais de 80 calorias, ou açúcares adicionados, por cada 100 gramas de produto.

Da mesma forma que ocorre com os alimentos industrializados como biscoitos, iogurtes e queijos, as barras de cereal podem ser incluídas na dieta desde que essa seja balanceada e inclua também outros alimentos naturais não processados.

Dito isso, para finalizar esse post, nós do Blog Tá Agendado separamos algumas dicas que vão te ajudar a escolher as barrinhas mais saudáveis e que podem servir de complemento para sua alimentação ou como substituição para ser consumida ao invés de doces mais calóricos:

  • Geralmente as barrinhas vendidas em supermercados ou em casas de doces não passam de guloseimas. Dê preferência para compras em estabelecimentos especializados em nutrição esportiva.
  • Uma boa barrinha de cereal não deve conter mais que 80 calorias por 100 gramas de produto. Aqui é interessante ressaltar ainda que muitos fabricantes usam uma tática de má fé ao venderem barras de 100 gramas e colocarem em suas embalagens tabelas nutricionais referentes ao consumo de apenas 10 gramas. Por isso é preciso ficar atento para não cairmos nessa pegadinha. É preciso fazer as contas corretamente para saber quais são os reais valores para a porção que de fato estamos consumindo.
  • As melhores barras são aquelas que contem menos de 2g de gordura saturada e não possuem nenhuma gordura trans.
  • É importante ficarmos atentos ao teor de sódio, pois a pesar de muitas vezes terem sabor doce muitas barrinhas pode apresentar alas quantidades dessa substancia. O melhor é que se dê preferência para produtos que tenham no máximo 250 mg de sódio por cada 100 gramas.
  • Atenção ao açúcar adicionado na forma de glucose ou de xarope de milho. O ideal é que a adição de açúcar não passe de 3g por cada 100 gramas do produto.
  • Quant mais fibras melhor. Então é importante ficar atento se a barrinha tem em sua composição alimentos como aveia, mamão, amaranto, soja, quinoa ou qualquer outro cereal integral, além de castanhas e frutas secas. O ideal é que uma barrinha de 100 gramas possua pelo menos de 2,5 a 3,0g de fibras.
  • Fique atento a data de validade e também para possíveis violações na embalagem. Isso porque apesar de ter um período de validade muito extenso é comum que as pessoas acabem se esquecendo do produto guardado em armários ou até mesmo em gavetas. Assim é importante ressaltar que o consumo de qualquer alimento fora da data especificada pelo fabricante pode ser uma prática altamente danosa à saúde.

 

 

 

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *