Você sabe o que é a Apneia do Sono e quais são os seus sintomas?

Você sabe o que é a Apneia do Sono e quais são os seus sintomas?

Saiba tudo sobre a Apneia do Sono e aprenda a identificar seus principais sintomas

A apneia do sono é um distúrbio do sono, caracterizada pela obstrução das vias aéreas, potencialmente grave porque nela a pessoa a pessoa para de respirar, por alguns segundos, diversas vezes durante a noite.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, cerca de 50% da população brasileira se queixa de qualidade de sono ruim e cerca de 30% da população adulta sofre de apneia do sono. E pessoas com apneia obstrutiva do sono podem, inclusive, não estar cientes de que têm o problema.

É considerada apneia do sono a interrupção completa do fluxo de ar – pelo nariz ou pela boca – por um período aproximado de 10 segundos durante o sono do indivíduo adulto.

Por ocorrer basicamente enquanto a pessoa dorme, ou seja, quando está inconsciente, a condição muitas vezes não é percebida pelo próprio paciente, mas sim por uma pessoa que descansa próxima ou ao lado dele.

O ronco alto é o sintoma mais comum e óbvio da apneia do sono, mas a doença apresenta outros sinais que aparecem até durante o dia, quando o indivíduo está acordado. Confira os mais comuns:

  • Sonolência durante o dia
  • Acordar com sensação de sufocamento
  • Dores no peito ao despertar
  • Boca seca no período da manhã
  • Dor de garganta
  • Dificuldade de concentração
  • Dor de cabeça
  • Irritabilidade

Os tipos de apneia do sono

Existem alguns tipos bastante comuns de apneia do sono, são eles:

  • Apneia obstrutiva do sono

É a forma mais comum, e ocorre quando os músculos da garganta relaxam durante o sono e as vias respiratórias se fecham, o que interfere e impede a respiração adequada. Isto pode reduzir drasticamente o nível de oxigênio no sangue. Assim, o cérebro recebe a mensagem de que algo está errado. Por ser incapaz de respirar, você desperta do sono por um breve momento – em que as vias respiratórias reabrem e permitem que a respiração volte ao normal. Esse problema, no entanto, se repete inúmeras vezes ao longo da noite e pode causar sérias complicações.

Durante a apneia obstrutiva do sono, a pessoa pode produzir um ronco ou um som semelhante ao sufocamento. O sono irregular impede a pessoa de alcançar o sono profundo, fazendo-a se sentir sonolenta durante o dia.

Para esse tipo de apneia do sono, a principal causa é a obstrução do canal respiratório. Situações como obesidade, aumento das amígdalas, circunferência do pescoço e alterações craniofaciais, podem levar à apneia do sono.

 

  • Apneia do sono central

A apneia do sono central é muito menos comum e ocorre quando o cérebro não consegue transmitir sinais para os músculos da respiração. Uma pessoa que sofre com este tipo de apneia pode acordar com falta de ar ou sentir dificuldade para dormir ou, ainda, para manter o sono. Assim como ocorre com a apneia obstrutiva do sono, aqui a pessoa também pode apresentar sonolência durante o dia.

Apneia do sono central

A causa mais comum de apneia do sono central é a insuficiência cardíaca e, mais raramente, um acidente vascular cerebral (AVC), lesão de tronco de origem traumática, uso de opióides (medicação para dor).

 

Como tratar apneia do sono

O diagnóstico da apneia é obtido após o exame de polissonografia, que monitora o sono do paciente por equipamentos eletrônicos. Uma vez detectada a condição, o paciente pode obter melhora com algumas mudanças nos hábitos.

Diminuição e controle do peso, evitar tabagismo, bebidas alcoólicas e alimentos de difícil digestão no período noturno e praticar exercícios são algumas medidas simples que aliviam os sintomas e minimizam os riscos de maiores problemas no futuro.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *