Como acabar com os odores desagradáveis no carro?

Como acabar com os odores desagradáveis no carro?

Sabe aquele cheirinho ruim dentro do carro? Pois então, hoje você vai aprender a  cuidar dele sem danificar os componentes do veículo

No inverno a maioria dos motoristas perdem  o hábito de ligar o ar-condicionado do carro. Mas acontece que o equipamento não deve ficar totalmente esquecido até a próxima onda de calor chegar.

O ar condicionado também serve para manter a cabine agradável em viagens longas com a família. E também ajuda a manter a visibilidade de para-brisas e janelas em momentos de alternância entre a temperatura externa e interna (frio, chuva…).

Além disso, mesmo no frio, é importante manter o equipamento em funcionamento e fazer a limpeza periódica do sistema de climatização. Isso evita a proliferação de fungos e bactérias, que causam cheiro ruim na cabine e podem disseminar doenças, e aumenta a vida útil do equipamento.

Então veja algumas perguntas e respostas sobre como cuidar do ar condicionado do seu carro:

Deixar de usar o ar-condicionado do carro pode causar problemas?

Sim. Como o ar-condicionado veicular, é um sistema complexo, com compressor, gás refrigerante e condensador, é sempre bom acioná-lo para evitar que falhe por falta de uso. ?O sistema pode se tornar inoperante se ficar parado, mesmo que por poucas semanas?

Qual a frequência e por quanto tempo deve-se ligar o ar-condicionado?

Para mantê-lo operante, a recomendação é ligar o ar-condicionado ao menos uma vez por semana — e no máximo a cada 15 dias –, por 5 minutos ininterruptos.

O ar-condicionado precisa estar desligado quando der a partida no carro?

Não. Na década de 1990 essa era uma prática comum e recomendável para não sobrecarregar o motor, mas as centrais eletrônicas dos modelos atuais se encarregam de fazer a embreagem eletromagnética do compressor entrar em ação no melhor momento.

Preciso limpar as saídas de ar do painel?

É recomendável a limpeza das saídas de ar com pano úmido ou com um pincel macio. Isso elimina a poeira e, junto com ela, eventuais bactérias. Qualquer produto que não agrida o plástico das aletas de saída pode ser usado.

Fungos e bactérias são comuns nos sistemas de climatização?

Sim. As tubulações podem abrigar microrganismos que, em casos extremos, provocam distúrbios nas vias aéreas do motorista e ocupantes. Alguns modelos topos de linha já incluem tecnologia de micro/nano compósitos nessas tubulações, para combater as bactérias. Mas essa ainda é uma solução cara e pouco difundida.

Em caso de mau cheiro, ligar o aquecimento no máximo funciona?

Essa “técnica” consiste em ligar o aquecimento do carro na temperatura e velocidade máximas por, pelo menos, 10 minutos. A prática, inclusive, está prevista no manual do proprietário de muitos carros, mas o resultado pode variar de modelo para modelo. Vale o teste, de qualquer forma.

Usar “cheirinhos” (odorizadores) nas saídas de ar danificam o sistema?

Esses desodorizantes, de modo geral, não agridem os componentes do sistema. “Se o motorista gosta de ter um ambiente aromatizado pode usá-los sem restrições.

As higienizações oferecidas por concessionárias e lojas são eficazes?

Essa higienização visa combater os microrganismos que se instalam nas tubulações do sistema. Lojas especializadas e revendas autorizadas costumam cobrar entre R$ 100 e R$ 300 pelo serviço.

O dono do veículo pode fazer essa higienização?

Sim. Consiste em aplicar um spray apropriado (entre R$ 15 e R$ 50) com válvula ativadora. Fique atento, porém, se o produto tem propriedades bactericidas. Ligue o ar na velocidade máxima, na menor temperatura possível e acione a recirculação. Posicione o tubo no assoalho do carona, acione a válvula, feche o carro e todas as janelas e aguarde o líquido ser pulverizado na cabine. O ideal é fazer este procedimento a cada 5 mil ou 10 mil Km. Na troca dos filtros, também é interessante fazer a aplicação do spray nas peças para combater as eventuais bactérias das tubulações plásticas do sistema.

Se o cheiro ruim persistir, o que o proprietário do veículo deve fazer?

Neste caso é recomendável fazer a inspeção do filtro do ar-condicionado, e também do filtro de pólen, principalmente se o motorista fuma dentro do carro. Se as peças estiverem com aspecto escurecido é preciso fazer a troca, pois são filtros que não permitem limpeza com ar comprimido. O problema é que o ar circula por tubulações plásticas e essas também podem estar impregnadas de resíduos de fumaça. O carro terá esse mau cheiro por muito tempo. Um paliativo são os sprays de higienização aplicados com maior frequência para eliminar o odor.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *