Como escolher boas lentes para seus óculos de Sol

Como escolher boas lentes para seus óculos de Sol

Com a chegada do verão e do sol forte aumenta a procura por esse item indispensável

Para os oftalmologistas não há dúvidas de que os olhos são a região mais exposta a luz do sol no corpo humano. Eles recebem muita luz, principalmente no verão, e como possuem até 15 vezes mais terminações nervosas que as pontas dos dedos, por exemplo, são alvos fáceis para os raios solares. Para cuidar da saúde da visão, portanto, é preciso saber escolher os óculos de sol certos.

Em primeiro lugar, a pessoa deve levar em conta se o produto será usado no dia a dia, na praia ou para a prática esportiva. Isso porque cada modelo, material, tamanho, cor, filtro e tipo de lente tem uma especificidade. Mas você não precisa pagar caro nem procurar muito, segundo o oftalmologista Emerson Castro, do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo.

Os óculos podem ser simples e baratos, desde que sejam feitos de um bom material. Isso porque, se a qualidade ótica for baixa, pode provocar tontura e a sensação de olhar para um vidro ou acrílico.

Óculos de camelô, por exemplo, não têm a proteção anti-UV necessária nem qualidade ótica, mas não chegam a prejudicar a visão (é como se a pessoa simplesmente não usasse nada), segundo o oftalmologista Samir Bechara, também do HC. Para não ter dúvidas, é importante que o produto tenha sempre certificado de origem.

Em relação ao tamanho dos óculos é preciso destacar também que os de “madame” são os melhores. É uma moda maravilhosa, porque protege bem a borda da pálpebra, onde pode ocorrer câncer em idosos. Quanto ao material, as lentes de policarbonato são uma boa opção, por serem leves e resistentes.

Além disso é preciso ficar atento a algumas dicas importantes:

Cor das lentes
As diferentes colorações das lentes dos óculos também devem ser analisadas antes da compra. De acordo com o oftalmologista, o marrom e o fumê são indicados para dias claros, pois realçam contrastes e detalhes.

Lentes marrons e fumês são boas para dias claros, pos realçam contrastes e detalhes. Já as vermelhas e rosas têm caráter mais estético e podem ser usadas em momentos diversos.

As lentes laranja e amarelas também destacam contrastes e profundidade. São ideais para usar de manhã, no fim do dia ou quando chove. Os óculos azuis, da mesma forma, servem para o fim da tarde e o tempo encoberto. Já os vermelhos e rosa têm um caráter mais fashion e podem ser usados em momentos variados.

O verde-escuro, muito adotado por militares, permite uma boa percepção de cores e um contraste adequado em ambientes com pouca iluminação. Já o cinza, por ser neutro, é melhor em locais de intensa luminosidade.

 

 

 

O grau dos óculos

Para escolher as lentes para óculos de sol com grau você precisa saber qual é o seu grau.

Se você possui até 4 graus de miopia, o tipo de lente escura mais comum que você encontra para essa faixa de grau é aslentes CR-39. Se você possui mais de 4 graus de miopia, dê preferência para as lentes de alto índice de refração como as lentes 1.67, 1.74.

O índice de refração quantifica o poder da matéria-prima da lente de mudar a direção dos raios de luz e com isso acertar o foco. Quanto maior for a taxa do índice de refração, menor será a espessura da lente necessária para dar nitidez à visão. Isso também diminui aquele efeito de fundo de garrafa em seu óculos.

A proteção UV

Outra dica para não errar na hora de escolher as lentes para óculos de sol com grau é comprar suas lentes com proteção UV.

A constante exposição dos olhos aos raios UV pode contribuir também para o surgimento de uma série de doenças graves tais como a catarata e a degradação macular. Por isso é importantíssimo sempre proteger os olhos contra os raios UV, mesmo quando o dia está nublado.

Na hora de escolher as lentes para óculos de sol com grau, garanta que elas tenham proteção 100% UV.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *