Você sabe o que é Queratose Pilar?

Você sabe o que é Queratose Pilar?

O que é, como se contrai, tem cura? Essas e outras perguntas frequentes sobre a Queratose Pilar serão respondidas nessa série de artigos

 

O que é queratose pilar?

Queratose pilar é o surgimento de “bolinhas” queratinizadas ao redor dos folículos pilosos (lugar por onde nascem os pelos). Elas são pequenas e duras, com aspecto semelhante ao da pele arrepiada, mas permanente e escurecida.

As bolinhas podem variar de tonalidade de acordo com o indivíduo, podendo se apresentar esbranquiçada, vermelha ou marrom. Felizmente ela é benigna, ou seja, não traz riscos de saúde.

Essa condição tende a deixar a pele áspera e esburacada. Ela aparece normalmente na parte superior dos braços, mas não exclusivamente, já que pelo menos 30% dos portadores também as possuem nas pernas, face, nádegas e na frente das coxas.

Pode ser chamada, também, de queratose folicular, cutis anserina e pele de galinha.

Cerca de aproximadamente 40% das pessoa ao redor do mundo sofrem de algum grau desta doença. Ela é bem mais comum entre as mulheres, mas os homens também sofrem com ela. Alguns até relatam seu aparecimento no abdômen, o que é bem raro.

Causas

A principal causa da queratose é a hiperqueratose, ou seja, um acúmulo de queratina causado pelo excesso de produção dessa proteína na pele.

Normalmente de origem genética, a queratose pilar é autossômica dominante, ou seja, se apenas um dos pais possui os genes com excesso de queratina, já é o suficiente para a criança possuir a doença também.

No entanto, existem raros casos relatados onde o indivíduo não manifesta a doença devido às boas condições de hidratação da pele.

A queratina é uma proteína formada por aminoácidos, responsável principalmente pela proteção, pois cria uma barreira entre o organismo e o mundo externo. Ela impede a entrada de microrganismos no corpo, assim como a saída de água da pele, a fim de evitar a desidratação cutânea.

Entretanto, na queratose pilar, o acúmulo desta substância deixa a pele desidratada e seca, além de formar as bolinhas.

Existem alguns especialistas em aromaterapia que acreditam que esta doença é a manifestação dos sentimentos negativos guardados. No entanto, não há qualquer estudo que comprove esta teoria.

Transmissão

Esta doença só pode ser transmitida geneticamente, ou seja, não é infecciosa.

Sendo assim, se você convive com um portador de queratose pilar, pode seguir sua rotina normalmente, sem que haja a necessidade de se preocupar em contrair queratose ou evitar o contato físico com essa pessoa.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *